HISTÓRICO

O LEPAC teve sua origem entre o final de 2001 e início de 2002, na tentativa de se fazer um Centro de Pesquisa em Construção Naval e Artes ligado ao Instituto de Artes da Unicamp, em um projeto pessoal do professor Álvaro de Bautista. Construtor naval e artista plástico de renome internacional, o professor Álvaro fundou, em 1976, o Curso de Artes Plásticas da Unicamp, e com o intuito de concentrar num centro de estudos seus conhecimentos e experiências, decidiu criar este Centro. Como em seu projeto original esse Centro teria a ver também com o mar e os estudos a ele relativos, após longa busca pelo litoral brasileiro o professor Álvaro encontrou receptividade na pessoa de Tymur Klink, arquiteto e paisagista que há anos procurava construir em Paraty um centro de incentivo às artes e ciências. Após esse encontro tão positivo, o arquiteto Klink cedeu um amplo terreno no Portal de Paraty para a construção do Centro, bairro este que, a partir da sua implantação passou a chamar-se Portal das Artes. Assim, na Rua Guimarães Rosa (antiga Rua 14), construiu-se, nesse terreno de 2.000 m2, um prédio de 1.000 m2, e foi reservada uma área de cerca de 120 m2 para o que viria a ser Centro (CEPAC).

Essa primeira sede fundamentou-se na idéia da criação de uma escola profissionalizante destinada aos jovens da cidade e região, a qual estaria voltada para profissões e atividades ligadas ao mar, incluindo-se a construção e reparo de barcos e suas partes mecânicas e elétricas, a pesca, a navegação e a educação ambiental. Em termos de instalações, contava-se na época com uma sala de aula e galeria de arte dotada de um piano Steinveg de meia-cauda e um laboratório destinado aos estudos de biologia e ecologia. Mas o que foi imaginado então como um Centro (CEPAC), acabou não sendo criado pela Reitoria da Unicamp em função de alguns problemas.

Em janeiro de 2007 no entanto, foi possível a consolidação desse sonho como um Laboratório de extensão, ligado ao Instituto de Artes, e assim, pela Resolução GR-7 de 18/01/2007, a Reitoria criou o LEPAC (Publicação em 24/01/2007 no Diário Oficial do Estado de São Paulo). Em julho do ano seguinte (2008), o LEPAC passou a ser vinculado à Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da Unicamp – PREAC O LEPAC esteve até janeiro de 2013 em um casarão cedido em Comodato por Tymur Klink.

Era uma construção em alvenaria medindo cerca de 500m2, com dois pavimentos de igual tamanho, divididos em salas, laboratórios e salões para aulas e reuniões ou exposição, dois banheiros e uma copa, situada no endereço:  Rua C s/n.  Vila Colonial de Paraty, atrás do Departamento de Polícia e às margens do Rio Mateus Nunes.

O LEPAC abrigou também as sedes do CAPESCA e da FIFO, (Fisheries and Food Institute – Associação Instituto para a Pesca, Diversidadee Segurança Alimentar) fundada em 2006 e coordenados pela Profa. Dra. Alpina Begossi.

LINHA DO TEMPO

2004 / Junho Assinatura de Convênio de Ampla Cooperação entre a Unicamp e a Prefeitura Municipal de Paraty.

2004 / Agosto Portaria da Reitoria (GR-66) constituindo Grupo de Trabalho, com a finalidade de elaborar proposta de ações que possam ser executadas em função do convênio da Unicamp com a Prefeitura de Paraty, bem como propor projetos de ensino, pesquisa e extensão a serem submetidos às fontes de financiamento, visando à implantação efetiva na região.

2005 / Novembro Portaria da Reitoria (GR-156) designando o Prof. Dr. Carlos Fernando Salgueirosa de Andrade (IB), para compor o Grupo de Trabalho instituído pela Portaria GR nº 66/2004, com a finalidade de elaborar proposta de ações que possam ser executadas em função do convênio da UNICAMP com a Prefeitura de Paraty.

2006 / Janeiro Em janeiro de 2006, o periódico local Viaparaty noticiou a instalação da Unicamp no município. Nas antigas  instalações a UNICAMP pôde comemorar seus 40 anos participando das atividades da “Off Flip” (Festa Literária Internacional de Paraty), em agosto de 2006, com palestra sobre a cultura caipira, apresentação do grupo de cordas Carcoarco e recital de piano erudito, além de a Editora da Unicamp ter exposto e comercializado ali as suas publicações. Com o empenho da administração superior da UNICAMP, a qual, através de sua Reitoria e Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, não mediu esforços para que o LEPAC se tornasse um laboratório oficialmente ligado ao Instituto de Artes, constituindo-se assim um espaço multidisciplinar no qual a Unicamp pode ampliar sua atuação no território nacional, seja na produção de novos conhecimentos, seja na sua divulgação e disseminação.

Tendo em vista a forte vocação para os trabalhos de extensão, e por solicitação da diretoria do Instituto de Artes, a reitoria da Unicamp alterou as disposições, vinculando assim o LEPAC à Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da Unicamp – PREAC (RESOLUÇÃO GR  Nº 22, de 22/07/2008. Reitor: JOSÉ TADEU JORGE Altera disposições que regem o funcionamento do LEPAC – Laboratório de Estudos e Pesquisas em Artes e Ciências e o vincula à Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da Unicamp – PREAC).

Um marco importante foi a reunião do Pró-Reitor Prof. Mohamed Habib (PREAC) com o Prefeito de Paraty José Carlos Porto Neto em julho de 2008.  Vários projetos foram discutidos. Ficou clara a intenção de que o LEPAC deveria ser um novo polo universitário para a cidade ajudando em projetos técnicos e promovendo benefícios sociais.    As atividades no LEPAC foram intensas em 2008 e a estrutura oferecida inicialmente não permitia um bom desenvolvimento. Assim, uma nova sede foi oferecida pelo arquiteto e paisagista Tymur Klink para abrigar o laboratório  e o Núcleo de Novas Mídias de Paraty, e a partir de janeiro de 2009 o LEPAC mudou oficialmente de endereço.

Veja as atividades

2007 / Janeiro –         CRIAÇÃO DO LEPAC Resolução da Reitoria (GR  Nº 07) Criando o LEPAC – Laboratório de Estudos e Pesquisas em Artes e Ciências, funcionalmente vinculado ao Instituto de Artes.

2007 em diante PROJETO: “QUEIMADAS E O PROJETO DE ARBORIZAÇÃO DA RODOVIA  RIO-SANTOS (BR-101 – MUNICÍPIO DE PARATY)”.Silvio Luiz Velloso & Carlos Fernando S. Andrade. Projeto iniciado em 2001 pela Flora Paraty e parceiros.

2007 / Novembro Curso de Formação de Aquaviários, – Capitania dos Portos de Paraty.

2007 /  Maio PROJETO – Projetos Anuais na Área de Extensão Comunitária – PREAC/UNICAMP (2007 – 2008) . “EDUCAÇÃO PARA O MANEJO INTEGRADO DOS VETORES DA DENGUE EM PARATY – RJ”. Prof. Carlos Fernando S. Andrade. Depto de Zoologia, IB – UNICAMP.

2007 / Setembro CURSO – “Iniciação à Construção e Manutenção Naval – Pequenas Embarcações”. Prof. Flávio Galib (Coordenador), COTUCA/UNICAMP (aguardando financiamento).

2007 / agosto em diante PROJETO “Bio-Curiosidades”. Textos com curiosidades sobre a biologia e a ecologia, relativas a Paraty ou à região da Costa Verde. Prof. Carlos Fernando Andrade e alunos do IB. Disponível nesse site.

2007 / Novembro Apresentação do LEPAC na 1ª Conferência Municipal de Meio Ambiente de Paraty. Prof. Carlos Fernando S. Andrade.

2008 em diante Disciplina de Graduação do IB (BE-597 Educação Ambienta). Trabalhos de 13 alunos em Paraty. Prof. Carlos Fernando S. Andrade. Depto de Zoologia, IB – UNICAMP.

2008 / Fevereiro Primeiro Comodado (não assinado). – Prédio: Uma construção em alvenaria medindo no total 24 metros de comprimento por 5 metros de largura, dividida em uma sala para laboratório de 6m por 5m e uma sala de aula, reuniões ou exposição de 18m por 5m, com dois banheiros e uma copa, situada no endereço: Prolongamento da Rua 14, Lote 1, contíguo à quadra 1, Lote 1,  Portal de Paraty s/n, Paraty, RJ.

2008 / Julho –  LEPAC ligado à PREAC Resolução da Reitoria (GR Nº 22) Alterando disposições que regem o funcionamento do LEPAC – Laboratório de Estudos e Pesquisas em Artes e Ciências e o vincula à Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da Unicamp – PREAC.

2008 / Julho PROJETO – “Cuidando das Águas de Paraty – Água dos Rios, Balneabilidade de Praias, Abordagem Crítica e Propostas”. LEPAC / GESCO / IAAP / Flora Paraty. Disponível nesse site, em Projetos.

2008 / I Encontro de Pianistas em Paraty – 2008 . Coordenador: Prof. Mauricy  Martin ( UNICAMP) Colaborador:Prof. Sérgio Gálio ( State University of Georgia, EUA). Prof. Convidada:Luciana Sayuri ( USP)

2008 / Novembro PROJETOS – Que foram submetidos à Eletronuclear para financiamento, sem julgamento:

  1. ARBORIZAÇÃO PARA REDUÇAO DE INCÊNDIOS NAS RODOVIAS, MUNICÍPIO DE PARATY / 2009ARBORIZAÇÃO DE ÁREAS NÃO PRODUTIVAS NAS MARGENS DE ESTRADAS DO MUNICÍPIO DE PARATY
  2. Capacitação e Aparelhamento de Jovens das Comunidades Costeiras de Paraty para o Registro Fotográfico e Documentação de Alterações Antrópicas.
  3. Valorização da Estação Ecológica de Tamoios pela Educação Ambiental na Vila de Moradores de Mambucaba
  4. INICIAÇÃO À CONSTRUÇÃO E MANUTENÇÃO NAVAL – Pequenas Embarcações
  5. Curso de Ajudante de pedreiro e Calceteiro.
  6. II Encontro de Pianistas em Paraty – 2009.

2008 / Dezembro       COMODATO – PRÈDIO PARA O LEPAC Comodado por 3 anos- (Assinado pelo Comodante Tymur Mirza Klink). Prédio: Um casarão em construção em alvenaria medindo no total cerca de 500m2, com dois pavimentos de igual tamanho, divididos em salas e salões para aulas e  reuniões ou exposição, dois banheiros e uma copa, situada no endereço:  Rua C s/n.  Vila Colonial de Paraty, atrás do Departamento de Polícia e às margens do Rio Mateus Nunes, Paraty, RJ.

2009 / Janeiro e Fevereiro Disciplinas de Graduação do IB (BE-597 Educação Ambiental e BE-300 Controle Biológico). Prof. Carlos Fernando S. Andrade. Depto de Zoologia, IB – UNICAMP.

2009 em diante PROJETOS: “Educação para a Sustentabilidade: Capacitação, Manejo e Produção de Garoupa em Paraty, RJ” e Cooperação com a University of Manitoba, Canadá.  CAPESCA/PREAC/UNICAMP, com a participação do FISHERIES & FOOD INSTITUTE, e para Financiamento: “PROGRAMA PETROBRAS DESENVOLVIMENTO & CIDADANIA”.  Profa. Dra. Alpina Begossi – UNICAMP.

2009 em diante PROJETO: “REMODELAÇÃO  DO  TREVO  DE  PARATY, BR-101”, Prof. Dr. Carlos Alberto Guimarães, Departamento de Geotécnica e Transportes, Unicamp (aguardando financiamento).

2010 em diante PROJETO: “COMPENSAÇÃO DE CARBONO – Certificado Carbono Compensado)”. Criado a partir do trabalho de Thierry Cintra Marcondes na disciplina de Educação Ambiental. A CALCULADORA de emissões de Carbono elaborada por Gabriel (Bié) Felicio (acadêmico Eng. de Computação Unicamp) permite estimar as emissões anuais de empresas, comércio e  atividades em Paraty e região e determinar a quantidade de árvores a serem plantadas.   É um apoio ao Projeto de arborização da Rodovia Rio-Santos e de plantio em áreas degradadas. Prof. Dr. Carlos Fernando Andrade, Eng. Agron. Silvio Luiz Velloso (Apoio ICMBio – APA do Cairuçu).

2012 – Parceria com o Instituto Arruda Botelho-  Permitiu no primeiro semestre o  financiamento de despesas e bolsas para acadêmicos realizarem trabalhos junto ao LEPAC. Receberam apoio Leandro dos Santos Lima (Curso Técnico em Meio Ambiente – CEMOB, Angra dos Reis); Tamer Fadida (Paraty); Yuri Riberti (Eng. Mecânica – UNICAMP); Thierry Marcondes(Eng. Mecânica – UNICAMP); Jaime Rodacoski (Pós Grad. FGV, Jundiaí); Vanessa Myho (Midialogia, UNICAMP); Manoela Brazil Pinto (Bióloga, Paraty) e Luana Oliveira de Araújo (Bióloga, Paraty).

2012 –  ELABORAÇÃO DE PROJETO PARA FINANCIAMENTO- Recuperação da Cobertura Vegetal do Quilombo do Cabral.   Várias reuniões e visitas ao quilombo. Participação: Graziela Barros (ICMBio – APA Cairuçu e depois ESEC Tamoios); Dra. Eliane Silva (EMBRAPA Seropédica, RJ);  Sandro Paulino de Faria e Giancarlo Collesi (Carbono Florestal); Maria Brasilicia Dall’Anese (secretária de Meio Ambiente – SEDUMA) e Camaione Taufner (SEDUMA), Miguel S. C. da Silva (Secretaria de Agricultura e Pesca de Paraty) e mais pessoas aderindo… …. Veja nesse site, em Projetos: COMPENSAÇÃO DE CARBONO – LEPAC

2013- Lepac  está alojado junto ao Rancho do Mineiro, na Praia do Jabaquara. Em setembro, novo Convênio entre a Prefeitura e a Unicamp é assinado, e os Termos Aditivos vão sendo preparados.

2017- Lepac está se estruturando em NOVO ENDEREÇO. Foi feito um Termo de Comodato pelo INSTITUTO PARATY DE EDUÇÃO E ASSISTÊNCIA, cedendo um imóvel de 64m^2 junto à Flora Paraty.