BIO CURIOSIDADES

Biólogo estuda a vida. Quer saber tudo. É muito curioso.

Quer saber sobre as plantas, sobre os bichos e os microrganismos. Quer saber sobre a vida que já existiu e hoje está extinta,  e até sobre a vida em outros planetas.      –      Depois que o biólogo descobre as coisas, quer contar para os outros.  

Veja aqui curiosidades sobre a biologia e a ecologia, relativas a Paraty ou à região da Costa Verde.

ARTIGOS

Sobre Espumas e Cláusulas de Sigilo em Contratos . Janeiro de 2014 –   Carlos Fernando S. Andrade – LEPAC (DBA, IB- Unicamp).           São duas coisas muito simples. E as duas podem estar relacionadas com o controle de borrachudos e com as operações de uma usina nuclear …. CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO.

Cortina de EspumaDezembro de 2013Carlos Fernando S. Andrade – LEPAC (DBA, IB- Unicamp).           Quando estive no II ENUMA (Workshop Internacional sobre Energia Nuclear, Meio Ambiente e Segurança) em 2010, que por sinal foi na minha Universidade, UNICAMP, achei muito interessante a iniciativa, principalmente por entender que essa questão da Energia Nuclear precisa ser muito discutida com as comunidades acadêmicas, e com a sociedade em geral, é claro. Pena, foi que tinha ….   CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO.

Mata Ciliar Rodoviária   Agosto, 2009 – Eng. Agon. Silvio Luiz Velloso &  Prof. Carlos Fernando S. Andrade (Flora Paraty – LEPAC;  Depto. de Biologia Animal, IB – UNICAMP).           Mata Ciliar Rodoviária é uma idéia bastante óbvia, mas não existe sequer uma referência a isso na internet! Parece, portanto que o termo aqui proposto é inédito. Mata ciliar ao longo de rios e riacho são já bem trabalhadas, mas nossa proposta aqui é que também ao longo das rodovias elas sejam incentivadas, plantadas e cuidadas. CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO.

Cajaíba – Problemas com a fauna e a flora! Agosto, 2009 . Prof. Carlos Fernando S. Andrade & Márcia Cristina M. Nascimento (DBA , IB – UNICAMP; Relações Públicas – colaboradora LEPAC).        A região da baia da Cajaiba (ou baía do Pouso) é linda. São poucas praias, com poucos moradores, rodeadas de montanhas cobertas pela Mata Atlântica. Pertence a Área de Proteção Ambiental (APA) do Cairuçu. Consta (em um site de biólogos do Mackenzie) que o nome da praia foi dado pelo Padre José de Anchieta em 1563 após ter dormido por lá quando numa viagem com índios da região. Estivemos dormindo também por lá três dias no início de agosto,… saiba mais…CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO.

Febre maculosa brasileira em Paraty: Quando o mal pode vir a cavalo .Lucas Leite Cunha & Carlos Fernando S. Andrade (Acadêmico, 3 ano Bio-D/  UNICAMP; DBA, IB – UNICAMP).  Essa doença é transmitida por carrapatos, que atacam tanto cavalos como outros animais e mesmo o homem. Se não for diagnosticada logo nas pessoas e um tratamento específico não for feito, pode ser fatal. CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO..

E a Dengue, vai voltar esse ano ? Setembro, 2007. Carlos Fernando Andrade & Maria Letícia Bonatelli (DBA, IB – UNICAMP;  Acadêmica, Bio-D / UNICAMP).  A dengue no Brasil não tem sido muito grave, como é em alguns países da Asia. Lá ela atinge principalmente as crianças, causando hemorragias graves como essa da figura ao lado. Paraty já teve muito dengue, e se o controle do vetor não for bem feito, ela pode voltar. CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO..

E então, parati é um peixe? Setembro, 2007 . Carlos Fernando Andrade  & Maria Letícia Bonatelli (Depto. de Zoologia, IB – UNICAMP; Acadêmica, Bio-D / UNICAMP). Como se escreve paraty(i).. e de onde vem essa palavra? Dos índios ? E o que significa ?  CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO.

Alguém pode pegar malária em Paraty? Outubro, 2007 . Lucas Leite Cunha & Carlos Fernando Andrade (Acadêmico, 2 ano Bio-D / UNICAMP;  Depto. de Zoologia, IB – UNICAMP).  No passado, a malária era muito grave no litoral de São Paulo e Rio de Janeiro, principalmente associada a mosquitos que vivem nas bromélias.  Foram feitas várias campanhas de saúde pública. E hoje ? Ela pode voltar ? CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO.

Derrubar a Mata em Paraty, traz a Leishmaníase? Janeiro, 2008. Lucas Leite Cunha & Carlos Fernando Andrade (Acadêmico, 2 ano Bio-D / UNICAMP;  Depto. de Zoologia, IB – UNICAMP).  Já é muito ruim o desmatamento, pelos inúmeros problemas que acarreta, desde o desequilíbrio no clima e até por deixar a paisagem sem sua beleza característica. E quanto as doenças? como a leishmaníase. Pode o desmatamento influir nisso? CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO.

E a Febre Amarela? Pode chegar em Paraty? Janeiro, 2008. Lucas Leite Cunha  & Carlos Fernando Andrade (Acadêmico, 2 ano Bio-D / UNICAMP;  Depto. de Zoologia, IB – UNICAMP).  ssa doença mata até 30% das pessoas. Existe vacina, mas.. nem sempre as pessoas foram vacinadas. Na mata tropical o mosquito vetor é um, E no ambiente urbano, é o nocco conhecido Aedes aegypti, que também é vetor da dengue.CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO.

FOGOS DE ARTIFÍCIO NO REVÉILLON DE PARATY E IMPACTOS AMBIENTAIS. Novembro , 2010. Carlos Fernando Andrade (Depto. de Biologia Animal, IB – UNICAMP).  Como e quanto pode poluir aquele foguetório de fim de ano, tão comum em Paraty? Algum outro impacto? O que se pode fazer agora e no futuro. CLICK NO TÍTULO E LEIA O TEXTO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.